Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

sábado, 19 de novembro de 2011

Centro Interno Lis-Fátima

Centro interno que tem papel significativo na purificação e na preparação da Terra para o ciclo vindouro.

A energia de Lis estende-se sobretu­do por um circulo que abrange a Europa Ocidental e, de modo peculiar, a Península Ibérica. 0 centro intraterreno conhecido como Fátima (que projetou suas energias na localidade de Fátima, em Portugal) é prolongamento de Lis. A França também está entre as áreas magneticamente coligadas a Lis, e o trabalho manifestado em Lourdes é fruto da sua irradiação. Além disso, Lis mantém conexão direta com Espelhos situados na contraparte sutil do Oceano Pacífico, en­tre o Japão e a Oceania. Esses Espelhos recebem a vibra­ção de Lis e fazem-na ressoar em diversos tons que percorrem o Cone Sul, unindo-se à dos demais centros planetários ativos.

Impulsos enviados de Lis à superfície terrestre criaram campânulas energéticas que de­pois puderam servir de tela para projeções sutis, percebidas como aparições da Virgem, em especial as ocorridas em Fátima (Portugal) e em Lour­des (França). Avivando a devoção de muitos, procuraram despertar em seu interior vínculos com arquétipos universais. Embora a imagem da Virgem possa ser projetada em certas circunstân­cias também pelas naves, provém do centro intraterreno Lis a estimulação que inclui aparições em Medjugorje, na ex-!ugoslávia. A figura da Virgem, símbolo potente, é utilizada para conec­tar a consciência humana com a pureza essencial da matéria. 0 que foi vivido pelo homem de superfície e está registrado atavicamente em seu código genético, necessita ser removido para sua consciência interior expandir-se. Situação análoga existe em relação ao reino animal.

Sem mutação profunda, que equilibre o seu passado, não lhe será possível pros­seguir a existência segundo as leis a serem instaladas na Terra após a purifição global. As espécies desse reino que não puderem dar este passo evolutivo serão transmigradas para plane­tas cármicos mais primitivos. As espécies originadas das ações do homem (seja da promiscuidade do período da Lemúria, seja das manipulações genéticas no período da Atlântida, que se projetaram nos tempos atuais) serão canceladas e deixarão de existir como tais, pois são uma via sem saída. Nos animais resgatáveis serão implantados novos códigos genéticos provenientes de mundos sem agressividade, nos quais a substância mental é mais moldável que a terrestre atual. Essa operação tem em Lis a sua base. E nesse centro intra­rreno que o potencial dessa mutação é dinamizado, transformado e irradiado na proporção e na vibração adequadas para cada representante do reino animal. É em Liz que os regentes dévicos - plasmadores do padrão ideal das espécies animais e intermediadores desse processo interplanetário — se polarizam para esse trabalho.

A evolução das Raças humanas na Terra também se apóia em Lis, e nesse Centro estão guardadas chaves para o aprimoramento delas. A energia crística espiritual, unida ao trabalho da hierarquia angélica, aproxima a espécie humana das vibrações do seu arquétipo. Lis recolhe a essência de um corpo que pôde acercar-se dessa perfeição arquetípica. 0 resgate dessas essências corpóreas, além de contar com a ajuda direta dos Jardineiros do Espaço, é assistido por Hierarquias extraplanetárias, sobretudo solares e saturninas.

As civilizações intraterrenas sempre foram misteriosas para o homem da superfície da Terra. São mundos paralelos ao plano físico, mas que podem exprimir-se nele; podem também ter prolongamentos em diferentes pontos do sistema solar e alhures, dependendo da potência sua irradiação. Em determinados ciclos há centros com tarefa mais externa que outros. Tal é o caso de Lis: por Fátima e por Lourdes chegou diretamente a grande número de indivíduos. Devido ao jogo de forças adversas ainda existente e a imaturidade da maioria dos seres resgatáveis, essa aproximação tem de ser velada. Pelas características e pela qualidade da sua energia, Fátima e Lourdes tem uma tarefa, interna e externa, de âmbito mundial. Consiste no preparo para o iminente resgate global não só dos que partirão para outros pontos do cosmos,como também dos que devem prosseguir neste planeta após o holocausto e a reordenação da superfície terrestre.

Lis é a escalada do homem desde que desperta para o caminho de realizacão interna até sua consagracão como ser divino. Degraus e patamares vão sendo galgados por ele à medida que sua consciência penetra o mundo interior; sincronicamente, a cada etapa ele vai contatando novo aspecto da energia de Lis.

Mergulhando mais e mais no seu próprio núcleo, irá encontrando as camadas mais sutis e ígneas da vida planetária. A evolução humana no circulo terrestre é focalizada e estimulada por Lis. Lis é um centro novo, considerando-se a ativação de núcleos energéticos do planeta sob uma perspectiva temporal, e sua qualidade de “aprendiz” torna-o mais acessível à humanidade. Sua energia chega aos homens permeada de humildade natural e os atrai por sua singeleza. Enquanto a consciência faz o caminho terrestre, Lis é seu condutor.

Quando Ihe é dado trilhar rumos solares, Lis a guia a Mirna Jad e, se ela amplia seus contatos a níveis mais profundos, Miz Tli TIan a acolhe (vide MIRNA JAD e MIZ TLI TLAN). Lis é dotado de qualidade feminina, cândida. Foi-lhe confiada a tarefa de perpetuaro estado original do ser humano, estado imaculado, também denominado adâmico. Por isso sabe-se que na essência de Lis vive o homem andrógino, que transcendeu a dualidade, extinguiu da sua existência as raízes do conflito e da dicotomia e se libertou dos apegos que turvam a visão do caminho. Hostes celestiais e angélicas tem esse centro como ponto de sustentação, e dele recolhem os padrões para a criação dos moldes sutis a serem implantados na humanidade. Essa construção do Novo Homem conta com a ação conjunta de Aurora, Lis e Mirna Jad que além de propiciarem o contato com Escolas Internas, fornecem aprendizado sobre as ainda desconhecidas comunicações extraplanetárias.

Como centro intraterreno, Lis expressa-se de diferentes modos, em ciclos e em níveis distintos e com potenciais diversos. A essas expressões dá-se o nome de faces de Lis. Os seres humanos em geral ainda não perceberam a importância da irradiação interna desse centro, por terem-se limitado à instituição católica instalada na cidade de Fátima que, pela exploração material e comercial, tende a desvitalizar-se.

Independentemente disso, nos níveis sutis encontra-se a essência da vida divina destinada à humanidade da superfície terrestre. Lis desperta a consciência humana para estados superiores. Possibilita maior proximidade entre os reinos humano e dévico, antecipando a iminente fase planetária em que terão relacionamento mais consciente e desimpedido. Seu caráter é receptivo, capaz de moldar a vida segundo a luz. Por isso a maioria associa a esse centro uma figura feminina.

Extraído do Glossário Esotérico de Trigueirinho

Livro LYS - Primeiros Contatos com um Civilização Paralela:

Download: http://www.4shared.com/office/j1Zm06rE/Andr_Pinho_Louro_de_Almeida_-_.html?













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites